O perfil do formando egresso de Odontologia, em consonância com as Diretrizes Curriculares Nacionais (Resolução CNE/CES nº 3, de 19 de fevereiro de 2002) é de um profissional generalista, humanista, com visão crítica e reflexiva, para atuar em todos os níveis de atenção à saúde, com base no rigor técnico e científico. Capacitado ao exercício de atividades referentes à saúde bucal da população, pautado nos princípios éticos, legais e na compreensão da realidade social, cultural e econômica do seu meio, tem a sua atuação voltada para a transformação da realidade em benefício da sociedade.

O Bacharel em Odontologia formado pela Faculdade de Inhumas – FacMais dominará os aspectos gerais das especialidades odontológicas, capacitando-o a produzir tratamento integral e adequado dentro do nível de atenção em que está atuando, mantendo-se integrado com as demais profissões da área da saúde e consciente da necessidade de estar permanentemente atualizado, através do processo de educação continuada.

Este profissional pode exercer sua profissão seja como autônomo, como prestador de serviços através de convênios, clínicas privadas ou não, integrando equipes inter e multidisciplinares na saúde pública, com produtividade, qualidade e sobretudo resolutividade.

Objetivo Geral

Formar um cirurgião dentista generalista, com sólida formação técnico científica, humanística e ética, orientada para a promoção da saúde, com ênfase na prevenção de doenças bucais prevalentes e comprometidos com a melhoria da qualidade de vida da população.

 

Objetivos específicos

Os objetivos específicos do curso de Odontologia da FacMais, assim como determinam as Diretrizes Curriculares Nacionais (Resolução CNE/CES nº 3, de 19 de fevereiro de 2002) são: 

• Conhecer e discutir a política de saúde da região e país, trabalhando em equipes multidisciplinares para atuar coletivamente em ações de saúde pública, colaborando para o desenvolvimento da comunidade, além de conhecer e respeitar os princípios éticos e legais que norteiam a prática odontológica, adotando postura crítica e desenvolvendo habilidades e competências para ofertar alternativas às demandas sociais. 

• Atuar em todos os níveis de atenção à saúde, integrando-se em programas de promoção, manutenção, prevenção, proteção e recuperação da saúde, sensibilizados e comprometidos com o ser humano, respeitando-o e valorizando-o; 

• Reconhecer a saúde como direito e condições dignas de vida e atuar de forma a garantir a integralidade da assistência, entendida como conjunto articulado e contínuo das ações e serviços preventivos e curativos, individuais e coletivos, exigidos para cada caso em todos os níveis de complexidade do sistema;

 • Comunicar e trabalhar efetivamente com pacientes, trabalhadores da área da saúde e outros indivíduos relevantes, grupos e organizações; 

• Aplicar conhecimentos e compreensão de outros aspectos de cuidados de saúde na busca de soluções mais adequadas para os problemas clínicos no interesse de ambos, o indivíduo e a comunidade; 

• Analisar e interpretar os resultados de relevantes pesquisas experimentais, epidemiológicas e clínicas bem como conhecer métodos e técnicas de investigação e elaboração de trabalhos acadêmicos e científicos possibilitando a criação do saber; 

• Aplicar conhecimentos de saúde bucal, de doenças e tópicos relacionados no melhor interesse do indivíduo e da comunidade, bem como buscar melhorar a percepção e providenciar soluções para os problemas de saúde bucal e áreas relacionadas e necessidades globais da comunidade 

 • Participar em educação continuada relativa a saúde bucal e doenças como um componente da obrigação profissional e manter espírito crítico, mas aberto a novas informações; 

• Participar de investigações científicas sobre doenças e saúde bucal e estar preparado para aplicar os resultados de pesquisas para os cuidados de saúde; 

• Manter reconhecido padrão de ética profissional e conduta, e aplicá-lo em todos os aspectos da vida profissional; 

• Colher, observar e interpretar dados para a construção do diagnóstico, bem como propor e executar planos de tratamento adequados; 

• Comunicar-se com pacientes, com profissionais da saúde e com a comunidade em geral; 

• Planejar e administrar serviços de saúde comunitária; 

•Acompanhar e incorporar inovações tecnológicas (informática, novos materiais, biotecnologia) no exercício da profissão.

ASSINE A NEWSLETTER

Mantenha-se atualizado sobre as últimas noticias:

Conecte em nossas redes sociais

Twitter